sexta-feira, 5 de abril de 2013

O materialismo e a realidade

A propósito de materialismo...



Quando se diz que o materialismo não explica a realidade, não se quer dizer que há "coisas" não materiais como espíritos, "almas", fantasmas, forças ocultas... Essa interpretação segundo a qual ao negar-se a capacidade do materialismo para dar conta da realidade humana se está a falar de "coisas" ocultas como almas penadas e fantasmas já é uma interpretação materialista...

Dizer que o humano não é só corpo não tem de ser o mesmo que afirmar que um indivíduo é constituído, por um lado, por um conjunto de células e, por outro, por uma "alma" concebida como "uma coisa" imaterial: esta interpretação já é uma interpretação materialista... O nosso mundo é tão materialista que interpreta tudo o que cai fora do seu âmbito como mais de si mesmo...

A realidade vai muito além daquilo que o materialismo pensa ser a realidade... aliás, a própria estirpe de pensamento a que o materialismo pertence já é apenas uma forma de pensamento que pertence a um tipo mais geral... ou seja, o materialismo é apenas uma interpretação limitada, dentro de uma compreensão também limitada que é o utilitarismo... O utilitarismo já é uma compreensão limitada, e dentro do Utilitarismo, que já é limitado, há uma outra coisa ainda mais limitada que é o materialismo... de tal modo que é possível não se ser materialista e ser-se tão limitado como os materialistas...

Dito isto, obviamente é possível encontrar materialistas honestos, com pensamentos profundos - mas esses não só são poucos, como os seus seguidores escangalharam ou esqueceram os ensinamentos dos seus mentores...

Sem comentários:

Enviar um comentário

discutindo filosofia...

Creative Commons License
Os textos publicados neste blog por luisffmendes estão sob uma licença Creative Commons

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.