sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

Solidão do nosso tempo

A propósito de solidão...

A solidão... 

Há que dizer: o medo da solidão revela que há solidão antes mesmo de se estar sozinho. Revela que o estar sozinho vem apenas a desocultar a forma da vida quotidiana: a solidão profunda. O reboliço é enganador, porque justamente o afã de estar sempre com os outros, o medo de não ter com quem estar, o não saber o que fazer com o tempo quando não há reboliço - justamente isso é a maior solidão, a solidão profunda. Mas o problema do nosso tempo não é a solidão - e esse é o equívoco. 
O problema é exactamente que não se sabe já estar na intimidade de si consigo mesmo.

Sem comentários:

Enviar um comentário

discutindo filosofia...

Creative Commons License
Os textos publicados neste blog por luisffmendes estão sob uma licença Creative Commons

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.