sábado, 26 de janeiro de 2013

O uso da linguagem

A propósito da linguagem: o uso da linguagem tem um sentido que não é o desocultamento, pelo contrário, a possibilidade de um uso eficaz da linguagem assenta sobre estruturas de esquecimento e de adormecimento. À camada superior destas estruturas chamamos "evidência".


"4.002. O homem possui a capacidade de construir linguagens com as quais se pode expressar qualquer sentido sem ter nenhuma noção de como e do que significa cada palavra. – Tal como também se fala sem se saber como é produzido cada um dos sons.
A linguagem corrente é uma parte do organismo humano e não menos complicada que este.
É humanamente impossível extrair imediatamente dela a lógica da linguagem.
A linguagem mascara o pensamento. Isso é de tal forma assim que da forma exterior da roupa não se pode concluir a forma do pensamento mascarado; porque a forma exterior da roupa está constituída, não para dar a conhecer a forma do corpo, mas para fins completamente diferentes.
Os acordos tácitos para a compreensão da linguagem corrente são enormemente complicados."

Wittgenstein, Tratado Lógico-Filosófico




Quando julgamos que estamos a ver bem, nessa situação acontece connosco que o apresentado está dado conforme ao esperado. Só isso.

Sem comentários:

Enviar um comentário

discutindo filosofia...

Creative Commons License
Os textos publicados neste blog por luisffmendes estão sob uma licença Creative Commons

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.