terça-feira, 24 de julho de 2012

Tudo muda, nada permanece

A propósito de leis...


"Certamente que as diferenças dos humanos e das situações práticas, bem como o facto de, por assim dizer, nunca nada permanecer simples, não permitem que alguma perícia alguma vez proclame uma lei sobre o que quer que seja para todo o tempo."

Platão, Político 294b
αἱ γὰρ ἀνομοιότητες τῶν τε ἀνθρώπων καὶ τῶν πράξεων καὶ τὸ μηδέποτε μηδὲν ὡς ἔπος εἰπεῖν ἡσυχίαν ἄγειν τῶν ἀνθρωπίνων οὐδὲν ἐῶσιν ἁπλοῦν ἐν οὐδενὶ περὶ ἁπάντων καὶ ἐπὶ πάντα τὸν χρόνον ἀποφαίνεσθαι τέχνην οὐδ᾽ ἡντινοῦν.

As diferenças entre os humanos e entre as situações que de cada vez cada um atravessa, bem como o facto de que tudo muda, impossibilitam que se possa declarar qualquer lei válida para todos e para todas as circunstâncias. 

1 comentário:

  1. Não existe lei para a mudança. Pois até a lei pode mudar. Tudo muda, porém, tudo no seu tempo, seguindo as necessidades da vida, embora tudo mude, o que se espera é viver.
    As únicas coisas que temos como lei, são as que obedecemos por necessidade. Fora isso, só temos a morte. A lei é pela vida, tudo muda, mas, a vida permanece.

    ResponderEliminar

discutindo filosofia...

Creative Commons License
Os textos publicados neste blog por luisffmendes estão sob uma licença Creative Commons

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.