terça-feira, 26 de novembro de 2013

A mais baixa forma de ofensa

A propósito de neutralidade ética...

A mais baixa forma de ofensa ética é ser neutro. Deixar-se estar indeciso, não se pronunciar sobre as implicações, presumir-se demasiado miserável para decidir, declarar-se incompetente para julgar - porque ter consciência significa que se trata de julgar, de dever julgar, o sujeito que nega à sua consciência o direito de exigir uma decisão pratica uma injustiça. A consciência ética demanda um "deves" pessoal e íntimo: "tu deves ter uma opinião". O homem que escuta mas não cumpre este imperativo interior não chega a vir a ser humano particular, apenas parece ser um - ou, inversamente, torna-se apenas um homem particular. Não assume a sua humanidade justamente porque não assume responsabilidades na actualidade - ou não se desvincula da actualidade e apenas busca sucesso individual.

Sem comentários:

Enviar um comentário

discutindo filosofia...

Creative Commons License
Os textos publicados neste blog por luisffmendes estão sob uma licença Creative Commons

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.