sábado, 20 de junho de 2015

O MAL

A propósito de Bem e Mal

"Deve-se fazer o Bem e evitar o mal"

- este princípio é evidente em si mesmo, não pode ser produzido de forma alguma e a sua suspensão é o Mal. Não se pode provar que se deve fazer o Bem, pois a noção de Bem significa, justamente, que se deve fazer.


Seja como for que as coisas se passem, sempre que um sujeito toma consciência de si perante a injunção ética, há uma contradição que se impõe na disjunção "ou o Bem, ou o mal", mas isto é de tal forma que a injunção já sempre põe o Bem como "o que se deve fazer prontamente", e o mal como "o que se deve evitar" – e qualquer suspensão disto - incluindo para perguntar "o que é o Bem?" - é o Mal em sentido próprio.

Sem comentários:

Enviar um comentário

discutindo filosofia...

Creative Commons License
Os textos publicados neste blog por luisffmendes estão sob uma licença Creative Commons

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.